Dois medos que você precisa vencer

OFDYVN0-825x542

Se você mudasse sua vida para viver o que tanto deseja, o que outros diriam sobre sua escolha? Você escutaria a sua própria voz ou daria importância somente à voz dos outros? Será que o medo está impedindo você de viver uma vida plena, que vale a pena ser vivida? Estudos relacionados à psicologia apontam dois medos que fazem com que o indivíduo viva uma vida pequena, sem brilho, uma vida fútil: o medo do sucesso e o medo da autenticidade.

Sempre foi dito que “todo mundo quer ter sucesso na vida”, mas será que isso realmente é verdade? Querer ter sucesso é uma coisa; agir para conquistá-lo e ter coragem para enfrentar todas as consequências para obtê-lo, é outra.

Especialistas do comportamento dizem que o medo do sucesso é um tipo de complexo que faz com que a pessoa se conforme com seu destino, aceitando a sua condição atual. Esse medo está relacionado a evitar a rejeição e não ter que sofrer pelo afastamento de algumas pessoas importantes. É o medo causado pela culpa de ganhar mais dinheiro que os pais, culpa por alcançar patamares maiores na vida profissional, mas não achar isso merecedor, por que muitas pessoas da família ou de seu convívio, não conseguiram.

Isso tudo pode ser sinal de baixa autoestima, pois a pessoa não se enxerga vencedora, merecedora do êxito, então acaba acreditando, de forma inconsciente, que não conseguirá suportar sua própria conquista. Psicólogos e terapeutas chamam isso de “complexo de Jonas”, uma analogia com a história bíblica do profeta Jonas que teve medo de assumir sua missão quando Deus o chamou para ir a Nínive para falar de suas obras.

O medo do sucesso faz com que as pessoas sabotem a si mesmas. O sucesso traz novas responsabilidades e, juntamente, traz críticas, cobranças etc. Então, como forma de evitar isso, a ansiedade começa a tomar força prejudicando, até mesmo, o crescimento profissional. Por exemplo, um profissional que vem se destacando será transferido para outra unidade da empresa como uma forma de promoção. Com essa mudança aumentarão os desafios, as obrigações, o salário será muito melhor, além de ganhar vários benefícios. Mas, neste momento, algumas atitudes prejudiciais e erros banais começam a sabotar o próprio sucesso, como se o profissional não fosse merecedor da promoção.

O outro medo, da autencidade, é o medo de ser livre, de ser quem se é. Esse medo é um dos causadores da infelicidade, do desânimo e da depressão. Quando alguém escolhe ser ele mesmo, terá que enfrentar a rejeição, mudar alguns hábitos, sair da zona de conforto, vai ter que se expor e vencer a normose. E isso tem um preço, ou seja, ser diferente incomoda outras pessoas. Escolher ser autêntico e viver a sua própria verdade vai gerar críticas e, em alguns momentos, até mesmo solidão. Então, por não querer passar por esse caminho desafiador, muitas pessoas escolhem viver uma vida medíocre, incongruente, aquela vida que a sociedade disse ser a correta, uma vida que a maioria escolheu viver.

O principal sucesso é conseguir ser você mesmo, pois é assim que as pessoas se diferenciam, cada qual com talentos e jeitos diferentes de viver. É preciso compreender que “não se tornar o que se é” pode gerar conseqüências negativas para si e também para outras pessoas: se você não estiver feliz, não vai fazer os outros felizes. No livro “Normose – A Patologia da Normalidade”, os autores dizem que “o maior serviço que podemos prestar aos outros é tornarmo-nos nós mesmos”. Caso contrário, distúrbios referentes aos relacionamentos, à convivência e à parceria na construção de objetivos com outras pessoas, vão permear a nossa volta.

Quando percebemos que uma pessoa está acomodada, desmotivada, sem brilho nos olhos, pode ser que ela tenha se permitido tomar-se pelo medo do sucesso e da autenticidade. Não escutar a própria voz interior pode ser um dos caminhos para a infelicidade. Isso não significa que não devemos ouvir as outras pessoas, claro que sim. Principalmente as pessoas que nos amam. Mas, a voz que precisa de ouvidos é a sua, então, escute-a e se conecte com o que te faz bem para viver em plenitude consigo mesmo, enquanto ainda há tempo.

Lembre-se, superar o medo do sucesso e da autenticidade vai fazer de você um vencedor, pois só assim viverá a sua própria história. E quem realmente o ama vai ficar feliz por perceber que você está vivendo e não apenas subsistindo.

Cersi Machado palestrante motivacional e treinador empresarial.

www.cersimachado.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


* Preencha o código da imagem.

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>