Você é feliz em seu trabalho?

SÉRIE DE ARTIGOS “FELICIDADE Um jeito de viver”

Um tema bastante discutido hoje em dia é sobre a felicidade no trabalho. Se perguntarmos às pessoas, “o que significa trabalho”, as respostas serão variadas. Para alguns o trabalho representa castigo, para outros, apenas um meio de sobrevivência, outros veem o trabalho como um caminho de autorrealização. Outras pessoas entendem o trabalho como uma forma de evolução espiritual. A ideia de “castigo e sofrimento” vinculadas ao trabalho sempre foi muito presente, muitas pessoas ainda acreditam que é falsa a esperança que o trabalho possa ter algum sentido maior, ou até mesmo trazer felicidade, porém, a cada dia que passa, tal ideia está perdendo sua força no contexto profissional.

A felicidade no trabalho está ligada ao significado que cada um atribui àquilo que faz, o sentido da profissão. Todos nós atribuímos um significado para aquilo que fazemos, e esse significado vai determinar o quanto de dedicação vamos colocar para executar as atividades. Se o significado do trabalho for grandioso, você sentirá prazer em realizar sua profissão. Como consequência vai se sentir feliz.

O professor e filósofo Mario Sergio Cortella apresenta uma distinção entre emprego e trabalho, “emprego é fonte de renda e trabalho é fonte de vida”. O emprego serve para atender necessidades financeiras, enquanto que o trabalho é a obra de cada um. De acordo com o consultor de carreiras, Julio Cesar Cardozo, “emprego é o que você faz por dinheiro; trabalho é o que você faz por amor”. Nesse sentido, um emprego nem sempre está relacionado a sua vocação, enquanto que trabalho é algo que dá sentido de realização. E você prezado leitor, têm um emprego, ou um trabalho?

Nós passamos maior parte do tempo trabalhando, sobra pouco tempo para outras atividades importantes como, lazer, saúde, estar com os amigos etc. Pesquisas já informam que, em algumas atividades, o brasileiro trabalha até 48 horas por semana. Então, se não encontrarmos um sentido valioso para o trabalho, passaremos pelo menos 1/3 da vida desanimados, desmotivados e infelizes. O filósofo Alain de Botton, autor do livro “Os prazeres e desprazeres do trabalho”, diz que o trabalho, ao lado do amor, pode ser a nossa principal fonte de sentido na vida.

Então, reveja o significado de seu trabalho, aprenda a gostar do que estava fazendo no momento, ou encontre um trabalho que se identifica com você. Procure visualizar seu trabalho como uma missão, como uma forma de ajudar os outros, de servir a outras pessoas, de ser útil naquilo que você faz. Não escolha fazer de seu trabalho um martírio diário. Ao invés de reclamar do trabalho que você tem, agradeça a DEUS por estar trabalhando e valorize tudo o que têm, pois muitas pessoas nem emprego possuem para pagar as contas no final do mês. Pessoas que enxergam um sentido no trabalho, o fazem com entusiasmo.

Até o próximo artigo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


* Preencha o código da imagem.

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>